Fenapro

Banner
Governo suspende licitação para escolher agências. Medida foi tomada após pedido de entidades do setor de comunicação como Fenapro e Abap PDF Imprimir E-mail

Clipping: https://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/2020/08/26/governo-suspende-licitacao-para-escolher-agencias.html

 

Governo suspende licitação para escolher agências

Medida foi tomada após pedido de entidades do setor de comunicação como Fenapro e Abap

 

Planalto

 

Vinte dias depois de anunciar a abertura de um edital para selecionar três agências de publicidade, a Secretaria Especial de Comunicação Especial (Secom), vinculada ao Ministério das Comunicações, comunicou que o processo foi suspenso temporariamente.

De acordo com nota oficial, a Secom tomou a decisão após ouvir questionamentos de entidades representativas do setor. “O objetivo da medida é aprimorar as normas do edital, depois de a Secom ouvir questionamentos de entidades representativas do setor para realizar uma melhor avaliação técnica e aprimorá-lo.

Publicado no Diário Oficial da União em 6 de agosto, o edital previa a seleção de três agências de publicidade, em um contrato com duração de 12 meses, podendo ser prorrogado continuamente em um prazo máximo de cinco anos. A verba prevista para o trabalho das agências é de R$ 270 milhões.

 

Abap e Fenapro apoiam decisão.
Assim que a decisão de suspender temporariamente o edital foi anunciada pela Secom, entidades do setor de publicidade manifestaram-se a favor da medida. A Federação Nacional das Agências de Publicidade (Fenapro) divulgou nota classificando como positiva a a decisão da interrupção do processo de licitação. “É muito positiva a sinalização da SECOM no sentido de buscar aprimorar este edital, pois há distorções hoje em alguns aspectos da publicidade na internet, que precisam ser avaliadas”, diz Dudu Godoy, Vice-Presidente da FENAPRO, em nota.

 
Você está aqui: Home Notícias Governo suspende licitação para escolher agências. Medida foi tomada após pedido de entidades do setor de comunicação como Fenapro e Abap